fbpx
17 de setembro de 2022

DESFRALDE

O desfralde é uma etapa do desenvolvimento tão importante quanto sentar, engatinhar, andar e falar; ele representa um grande passo em direção à autonomia. 

Os adultos envolvidos no desfralde devem estar atentos aos sinais para auxiliar e acolher a criança durante este processo, lembrando que a autonomia é construída aos poucos e que, portanto, a paciência e a tolerância às frustrações tornam-se virtudes indispensáveis nesta fase do desenvolvimento.

O desfralde integra fatores biológicos, emocionais e cognitivos, porém existem algumas situações que podem nos dar sinais de que a criança já possui certo controle esfincteriano e que está pronta para iniciar o desfralde, são eles:

Longos períodos sem micção

Capacidade de saltar, retirando os dois pés do chão;

Subir e descer escadas;

A criança demonstra curiosidade em observar os pais ou outros coleguinhas utilizando o toalete;

A criança demonstra-se incomodada com a fralda suja e/ou indica necessidade de troca.

Uma vez acordado o processo de desfralde entre pais, escola e criança, algumas atitudes podem facilitar este momento:

Fique atento aos sinais descritos acima;

– As duas primeiras semanas do desfralde requerem mais atenção quanto a manutenção de convites para uso do banheiro em intervalos pequenos;

As crianças aprendem por imitação, permita que ela observe quando algum irmão, pai ou mãe estiver utilizando o banheiro. Isso fará com que esse momento se torne algo muito mais natural para ela;

– Livros, adaptadores de assento e pequenas recompensas de acordo com as conquistas das crianças podem incentivar um melhor desempenho;

Além do assento redutor, é fundamental que haja um apoio para os pés, para que a criança se sinta confortável nesse momento. Há assentos que têm, inclusive, apoio lateral para apoiar e segurar com as mãozinhas.

Roupas íntimas com as cores e os personagens favoritos podem ser excelentes aliados;

Os escapes fazem parte! Uma vez iniciado o processo, procure não desanimar mediante as primeiras dificuldades.

Lembre-se de que questões emocionais podem dificultar a retirada da fralda. Então, se o ambiente emocional em casa não estiver bom, se a criança estiver passando por qualquer dificuldade que altere negativamente suas emoções; no momento da chegada de um irmão ou no início da escola, orienta-se agir com prudência e aguardar algum tempo para iniciar o desfralde. 

Após iniciado o processo do desfralde, a duração poderá se estender de uma semana até meses. Frustrar-se com os percalços, não ter paciência, forçar a criança a sentar-se e permanecer sentada, são atitudes negativas que podem levar a problemas graves que influenciarão a relação que esta criança terá com o seu corpo na fase adulta.

Aqui na Tiny People, acreditamos que o desfralde deve ser realizado de maneira individual, respeitando o tempo de cada criança e as escolhas de cada família, nunca coletivamente. Por se tratar de um processo individual para o qual não existe uma receita, é necessário estar atento aos sinais e ao mesmo tempo, observar as necessidades imediatas de cada criança e a parceria entre pais e escola é de grande importância para torná-lo mais tranquilo.


ÚLTIMOS POSTS

21 de março de 2024